Header Ads

test

Governo Bolsonaro libera R$ 5 bilhões para combate ao coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro editou na sexta-feira (13) uma medida provisória (MP) que libera R$ 5 bilhões para combater a crise provocada pelo coronavírus (Covid-19). Dos R$ 5 bilhões, R$ 4,8 bilhões serão destinados ao Fundo Nacional de Saúde para ações coordenadas pelo Ministério da Saúde em parceria com os Estados e municípios. 


Os hospitais universitários federais receberão R$ 204 milhões e R$ 57 milhões serão destinados para o HCPA (Hospital de Clínicas de Porto Alegre), que funciona em parceria com a UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). Tanto a UFRGS quanto os hospitais universitários federais são vinculados ao Ministério da Educação. A Fundação Oswaldo Cruz, um dos principais institutos de pesquisa em vacinas do Brasil, receberá R$ 20 milhões.


Os valores foram retirados de emendas individuais e coletivas ao Orçamento que estavam destinadas ao Fundo Nacional de Saúde, mas seriam liberadas para unidades indicadas pelos parlamentares. A medida faz parte do acordo com o Congresso em que deputados e senadores abriram mão de parte das despesas vinculadas às emendas parlamentares para ajudar a conter os efeitos da epidemia do Covid-19 no Brasil.


A edição da MP foi decidida em uma reunião de emergência entre os líderes partidários da Câmara e do Senado com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, além de outros ministros, incluindo o da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto na noite de quarta-feira (11). A liberação dos recursos foi garantida pelos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). 

R$ 57 milhões

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre informa que, do valor, R$ 47 milhões correspondem ao valor de aquisição de equipamentos para 105 novos leitos de Terapia Intensiva no Bloco B do hospital, um dos prédios concluídos em 2019 que ainda não foram equipados. Há ainda R$ 10 milhões para custeio. As equipes técnicas e administrativas do Clínicas já estão atuando para agilizar a utilização dos recursos e estruturar as instalações.


Em fevereiro, a diretora-presidente do HCPA, Nadine Clausell esteve em Brasília com o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, onde disponibilizou as estruturas construídas para contribuir com o enfrentamento do coronavírus. No mesmo mês, o HCPA recebeu o Secretário Executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo do Reis, e formalizou a entrega de um documento com o levantamento de montantes necessários à implantação dos leitos críticos. O HCPA conta desde janeiro com um grupo multiprofissional atuando nas ações de enfrentamento do novo coronavírus, e elaborou um plano de ação que está sendo monitorado e atualizado sempre que necessário. Fonte: Gito de Notícias.


Curta a nossa página abaixo e compartilhe em suas redes sociais para que outras pessoas também leiam e conheçam o nosso trabalho. Obrigado!

Nenhum comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Rede Boquira News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. A Rede poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. A responsabilidade é do autor da mensagem.