77 9.9931-7142

Boquira-Bahia-Brasil

Fique Bem Informado com Notícias Atualizadas


Privatização dos Correios pode causar demissão de 40 mil trabalhadores; Confira na Rede!

Defendida pela equipe econômica, a venda da estatal pode acarretar demissões em massa; dias atrás, Jair Bolsonaro declarou que não venderia a empresa para não prejudicar os servidores, mas há setores no governo que defendem a venda da empresa até 2021


A privatização dos Correios está sendo planejada para o final de 2021 e pode acarretar a demissão de 40 mil trabalhadores.  

Executivos de empresas privadas dizem que fariam o mesmo serviço com praticamente a metade do quadro atual de 100 mil funcionários. 


A equipe econômica do governo não pretende absorver os trabalhadores que forem descartados com a venda da estatal.  Isto poderia criar um precedente para as próximas privatizações.   

Devido à complexidade da operação - que envolve também o passivo do fundo de pensão Postalis, a data prevista para a apresentação do formato de privatização ficou para o fim de 2021, informa o Painel da Folha de S.Paulo.  


O  presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) propõe a quebra do monopólio dos Correios, mas a execução não é simples. A avaliação é que alcançaria apenas o setor de cartas e há dúvidas sobre se as empresas se interessarão em atuar fora dos grandes centros urbanos. Fonte: Brasil 274.

Curta a nossa página abaixo e compartilhe em suas redes sociais para que outras pessoas também leiam e conheçam o nosso trabalho. Obrigado!

Nenhum comentário:
Write Comments

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Rede Boquira News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. A Rede poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Inscreva em Nosso Canal no Youtube. Clique no link - https://bit.ly/2OEJ9lD
Inscreva-se na nossa Newsletter