Header Ads

test

Segurança de governadora eleita do RN é morto com 7 Tiros na cabeça


O polícia militar João Maria Figueiredo, que atuava como segurança pessoal da senadora e governadora eleita do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), foi assassinado a tiros no fim da tarde de sexta-feira (21/12), em uma estrada localizada no bairro Redinha, zona norte de Natal. As informações são do jornal Tribuna do Norte.


Filiado ao PT, ele fazia parte do movimento Policiais Antifascismo, criado por operadores de da área de segurança na luta pela democracia e pelos direitos humanos dentro da estruturas das polícias do estado.


Segundo policiais militares, o crime teve característica de execução. Ele levou sete tiros na cabeça. Os assassinos levaram a arma do policial, mas não roubaram a moto em que estava ou documentos. A policia civil já está investigando o caso.


Segundo a polícia, João Maria Figueiredo trabalhou voluntariamente durante a campanha, fazendo a segurança da governadora eleita. Ele era casado e atuava na cidade de Taipu (RN).

“Cabo Figueiredo, como era conhecido, era cotado para integrar a equipe dela a partir de 1º de janeiro.”


O cabo tinha posições técnicas com relação à violência, que para ele era um problema social ligado à criminalização do povo pobre e preto das periferias brasileiras. João Maria foi convidado várias vezes para dar palestras sobre segurança, direitos humanos e descriminalização das drogas como alternativa para redução da violência urbana. Fonte: Metrópoles. 

Nenhum comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Rede Boquira News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. A Rede poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. A responsabilidade é do autor da mensagem.